10 de Novembro: Dia mundial da ciência para a paz e desenvolvimento (UNESCO)

 In Notícias

O compromisso pelo desenvolvimento sustentável é um dos maiores desafios que se colocam a Portugal e ao mundo. As alterações climáticas, o crescimento demográfico, a gestão dos recursos hídricos e dos bens alimentares, a proteção dos oceanos, a conservação da biodiversidade e a manutenção dos serviços dos ecossistemas, são questões cada vez mais complexas e centrais nas escolhas de qualquer país.
Um desenvolvimento sustentável deve assegurar o equilíbrio dos sistemas que suportam a vida, numa conciliação desejável e efetiva entre o pensamento económico e o ponto de vista ecológico. A coexistência de uma demanda crescente de recursos e o equilíbrio de um planeta cada vez mais frágil, em que as ameaças são profundas e globais, exige uma visão concertada, transdisciplinar e transnacional, e uma intervenção urgente apoiada na partilha do conhecimento e no capital científico.
A Agenda das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável, conhecida por Agenda 2030, contempla um conjunto de 17 objectivos (ODS) que os países membros das Nações Unidas devem ter como referência para a definição das suas agendas políticas, e cuja concretização depende de uma ampla responsabilidade social e de um forte empenho da ciência e da academia. Trata-se de uma agenda ambiciosa, transformadora do mundo e promotora da paz, erradicando a fome e a pobreza, reduzindo as desigualdades, e constituindo uma extraordinária oportunidade e um desafio para a própria ciência, que é assim encorajada a ir ao encontro dos problemas que mais afectam a Humanidade, assumindo o compromisso primordial de contribuir para o bem estar das gerações atuais e futuras. É no cruzamento destes desafios e oportunidades, da formação e produção científica sólida, estimulada e vinculada ao compromisso societal, à partilha ampla e cúmplice da informação e do conhecimento, que se inscrevem os princípios orientadores de uma ciência aberta e renovada, ao serviço do desenvolvimento dos povos.

Helena Freitas

Saiba mais aqui

 

Recent Posts

Leave a Comment